Vítima ou protagonista, como você quer viver sua vida?

0
2

Muitas vezes, sem
perceber, reclamamos de situações externas que estão fora do nosso controle. 

Quando
temos esta postura, estamos ensinando para nossas equipes e nossos filhos a se
tornarem experts em reclamação, desenvolvendo a habilidade de culpar os outros ao
invés de buscar soluções para atingir os melhores resultados, seja para a
empresa ou para suas próprias vidas.

Os bens materiais, a
posição social, o trânsito, a política, o chefe, a economia, a concorrência, o
câmbio, entre outros, são fatores externos e nós não podemos controlá-los. 

Mas
muitas vezes, reclamamos e sem perceber deixamos que estas “coisas” dominem
nosso próprio espírito pois nos esquecemos que a única “coisa” que está no
nosso controle, somos nós mesmos.

Nestas mesmas
situações, o protagonista coloca sua energia na busca de solução, reconhece por
exemplo que seu concorrente está mais preparado e dedica-se a aprender o que
ainda não sabe sobre o mercado.

Claro que as vezes é
difícil evitar o que sentimos, tem dia que as situações se complicam, a vida
prega peças e ficamos desolados, ou o câmbio dá uma reviravolta e compromete nossos
planos, mas na posição de protagonista podemos escolher como queremos agir em relação
aos nossos sentimentos e as situações que nos deparamos. 

Diante da dificuldade
podemos reclamar ou agir e buscar uma solução. Transformar a reclamação em
Ação. 
A principal qualidade do
protagonista é a
humildade.

A pessoa humilde reconhece
que não sabe lidar com o desafio que a vida apresenta e busca aprender, porque
ela se vê como um processo e não como produto acabado. Se enxergar como
processo é se manter aberto para aprender ou até desaprender.

Ser responsável,
escolher levar uma vida com a atitude do protagonista nos oferece poder para
resolver e buscar alternativas para lidar com as situações da vida.

Alguns benefícios de
ter uma atitude de protagonista:

  • Aumentamos a chance
    da nossa realização pessoal
  • Temos uma visão
    realista do que “EU” posso mudar ou influenciar
  • Maior discernimento
    para fazer melhores escolhas para a vida

A frase poderosa que
chama o protagonista é: 

“O que ainda não fiz, que se passar a fazer aumenta a
minha chance de ter um resultado diferente?”

Quando uma cultura saudável
ou uma pessoa tem atitude e mente de protagonista, a energia de trabalho se
transforma:

  • das queixas para a
    proposição de soluções
  • da busca de culpados
    para a responsabilidade compartilhada
  • do conformismo para
    a criatividade
  • da defensividade
    para a cooperação
  • da reatividade para
    a pró-atividade

Cada um de nós, pode
ser responsável pelo mundo que deseja viver.

Pense nisso!

Carla Weizs

[email protected]