A busca por atendentes

0
21



Identificar o melhor candidato para uma vaga de atendimento pode ser uma tarefa árdua se não forem tomadas as melhores medidas durante o processo seletivo. As chances de engajamento são maiores quando o profissional selecionado se encaixa no perfil e nos objetivos da corporação.

 

No entanto, diante do elevado número de ofertas em aberto, as empresas de crédito e cobrança devem ser cada vez mais criativas no que se refere à atração de talentos, afirma a gerente de Recursos Humanos da Localcred, Adriana Mattos. “Na Localcred, temos uma equipe de profissionais que trabalha exclusivamente com o perfil dessa área, com o grande objetivo de atrair o candidato. Para tanto, primeiramente identificamos  quais são os lugares que o nosso público alvo se encontra. Assim, buscamos esses talentos através das redes sociais, parcerias com escolas e universidades. Oferecemos também palestras gratuitas sobre o mercado de crédito e cobrança com a emissão de certificado para que o jovem tenha a oportunidade de conhecer o universo da cobrança e descubra as possibilidades de desenvolvimento profissional que ele oferece” ressalta.

Além de atrair o profissional para o mercado, a gerente destaca a importância de receber bem o novo contratado, deixando-o a vontade para a execução do seu trabalho. “Não basta somente atrair, é importante reter. E, com a chegada da ´geração y´ no mercado de trabalho, as empresas serão desafiadas a todo o momento a criar estratégias para motivar esse público. Aqui, temos uma imensa preocupação com essa chegada, portanto investimos fortemente nos programas de integração, que são revisados periodicamente, com intuito de deixá-los mais dinâmicos e atrativos para o público jovem. Dessa forma, conseguimos fazer com que o novo colaborador sinta-se acolhido e parte da organização” enfatiza. 


Para uma boa gestão de pessoas, Adriana acredita não somente na integração do colaborador com o ambiente da empresa, mas também na participação desses atendentes, contribuindo com sugestões e críticas, o que também é importante para o desenvolvimento de melhores funcionários, mais engajados com os objetivos da corporação. “Disponibilizamos diversos programas que foram desenvolvidos com o objetivo de ouvi-los e temos uma forte adesão por parte dos colaboradores, pois compreendemos que todos esperam encontrar dentro da organização um espaço para colocar sua opinião, sabendo que a sua sugestão, dúvida e/ou crítica serão tratadas com respeito, atenção e acima de tudo, ética profissional” garante.


No sentido de que se tenha uma harmonia entre a participação efetiva e o comprometimento das equipes de atendimento com os ideais da corporação, Adriana finaliza destacando a importância de uma boa organização institucional e do foco da área de Recursos Humanos. “O colaborador precisa acreditar que está em uma organização bem estruturada, portanto é importante que em seu clima, no dia a dia de suas atividades, fique claro que a empresa se preocupa com ele. Essas ações são muito bem avaliadas pelos nossos colaboradores. E o grande desafio fica para a área de RH que, constantemente, precisa mediar os interesses dos colaboradores com os interesses e objetivos da organização. Desenvolver programas que façam o colaborador sentir-se ouvido, valorizado, acolhido e parte efetiva da empresa” completa.