Agilidade é palavra de ordem

0
0
O uso do e-learning para treinamento de colaboradores tem ganhado cada vez mais espaço dentro de empresas do mercado de cobrança. Isso acontece principalmente pela flexibilidade de acesso ao estudo que esse modelo permite, já que pode ser realizado a qualquer momento, á escolha do colaborador. Quem enxergou vantagem nesse modelo foi a Support Cred. Na avaliação de Alex Sandro Pinho, gerente operacional da Support Cred, o modelo de treinamento auxilia na capacitação da equipe e no planejamento estratégico da empresa, com ganhos em qualidade e na produção. “Iniciamos o processo dois anos atrás. Vimos que o e-learning seria a ferramenta que se ajustaria perfeitamente as nossas necessidades diante da escassez de tempo e logística para unir os colaboradores em treinamentos mais intensivos e presenciais”, comenta.
Além disso, de acordo com Pinho, com o e-learning, a empresa ganhou qualidade de tempo nos processos e os gestores perceberam que a equipe estava sincronizada com alguns valores da empresa, campanhas e sobre projetos que seriam implantados. “Fomentamos entre os colaboradores e gestores inúmeros assuntos relacionados ao conteúdo do e-learning, onde espontaneamente comentavam determinados assuntos abordados ou tiravam dúvidas, resultando em ganho de qualidade e eficiência na comunicação interna. Os colaboradores entendem que a empresa está buscando facilitar o processo de conhecimento e perceberam que o seu crescimento na organização depende dos conhecimentos adquiridos e do seu grau de comprometimento”, explica.
Um dos principais desafios para implantar esse modelo de treinamento, no entanto, são os custos, segundo o executivo. “Seja com uma empresa contratada ou equipe própria, é necessário estar com os objetivos que deverão ser alcançados bem definidos, e comparar no médio à longo prazo a evolução nos índices de produção da empresa em relação ao investimento no e-learning”, afirma.