Aumenta o volume de cheques devolvidos

0
11



De acordo com levantamento de dados da Equifax, empresa fornecedora de soluções para gestão de negócios, em fevereiro o Brasil registrou um volume de 1.449.613 cheques devolvidos, um aumento de 3,61% em relação a janeiro. Comparado a fevereiro de 2010, o volume foi 6,82% menor. Na comparação por dias úteis, os resultados de fevereiro foram 8,79% superiores aos do mês anterior e 11,48% inferiores aos de fevereiro de 2010.


Para Alcides Leite, consultor do centro de conhecimento da Equifax, o aumento do volume de cheques devolvidos em fevereiro é resultado da elevação dos juros no comércio e das restrições ao crédito promovidas pelo Banco Central. “O aumento da pressão inflacionária também contribui para a redução da renda disponível ao consumo, aumentando a dificuldade para o consumidor honrar suas dívidas. Nos próximos meses é possível que este movimento de elevação da inadimplência continue, porém em ritmo moderado, uma vez que a economia e a renda do trabalho devem continuar crescendo”, ressalta Leite.
 
Quanto ao volume de títulos protestados, os dados da Equifax, mostram que, em fevereiro, houve uma redução de 3,70% frente a janeiro e um crescimento de 9,95% em relação a fevereiro de 2010. Na comparação por dias úteis, o resultado de fevereiro foi 1,12% superior ao de janeiro e 4,45% superior ao de fevereiro do ano passado.


A redução do volume de títulos protestados, em fevereiro, deve-se a um efeito estatístico, uma vez que neste mês houve menos dias úteis do que o mês anterior. A análise que leva em conta os dias úteis, mostra que em fevereiro ocorreu um pequeno aumento frente a janeiro. Este pequeno aumento tem relação com a elevação nas taxas de juros, que encareceu o custo do financiamento ao consumidor e o acesso ao capital para as empresas. Para os próximos meses, espera-se a ocorrência de crescimento moderado no volume de títulos protestados. “As restrições ao crédito e a elevação das taxas de juros deverão colaborar para isso”, conclui o consultor.