Cresce percentual de cheques devolvidos

0
1
Foram devolvidos pela segunda vez por falta de fundos, no primeiro semestre de 2013, 2,08% dos cheques compensados em todo o país, conforme revela o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. Foi o maior percentual para os seis primeiros meses do ano desde 2009, quando houve 2,30% de devoluções. Nos anos de 2010, 2011 e 2012, em iguais períodos, os percentuais de cheques devolvidos haviam sido de 1,87%, 1,93% e 2,07%, respectivamente.
Já nas comparações anual e mensal, o levantamento de junho/13 apresentou quedas. Houve 1,94% de devoluções de cheques em junho/13, contra 2,15% em maio/13 e 2,02% em junho de 2012.
Para os economistas da Serasa Experian, a elevação do número de cheques devolvidos por falta de fundos neste primeiro semestre de 2013 é decorrente da inflação, que reduz o poder aquisitivo do trabalhador; do alto comprometimento da renda do consumidor com prestações e da falta de planejamento nos financiamentos e nas compras parceladas com cheques pré-datados, que são mais difíceis de renegociação.
No primeiro semestre deste ano, Roraima foi o estado que apresentou o maior volume de cheques devolvidos, com 11,16%, o que equivale a quase 6 vezes a média nacional. O Amazonas, por sua vez, foi o de menor percentual, 1,47%. Entre as regiões, a Norte liderou o ranking de devoluções, com 4,46%. Na outra ponta está a região Sudeste, com 1,62%.