Cresce saldo de crédito dos cartões

0
15
O saldo de crédito total do sistema financeiro, incluindo operações com recursos livres e direcionados, atingiu R$ 2,76 trilhões em março, de acordo com relatório do Banco Central do Brasil. O volume cresceu 1% em relação a fevereiro, e 13,7% em comparação com o mesmo mês de 2013.
O total de crédito destinado à pessoa física somou R$ 1,28 trilhão em março, o que representa um crescimento de 0,9% em relação a fevereiro e de 15,8% na comparação anual. Desse total, destaque para os recursos livres, que chegaram a R$ 750,2 bilhões, com crescimento de 0,3% no mês e de 7,1% em 12 meses. O crescimento anual do saldo de cartões (com e sem juros) em março foi de 15,9%, maior alta desde novembro de 2011. A expansão corresponde a mais do que o dobro da apresentada pelo crédito de recursos livres, de 7,1%, em março de 2014.
Em março, o saldo dos cartões de crédito totalizou R$ 141,6 bilhões, com crescimento de 1,4% quando comparado com o mês anterior. A participação do saldo dos cartões em relação ao volume total de crédito de recursos livres à pessoa física subiu de 17,4% para 18,9%, entre março de 2013 e março de 2014. Os resultados confirmam o contínuo crescimento do uso dos cartões pelo brasileiro como meio de pagamento.
INADIMPLÊNCIA
O índice de inadimplência dos cartões de crédito vem caindo continuamente nos últimos anos e, em março de 2014, manteve-se no patamar de 6,3%, bem abaixo dos 7,5% registrados em março de 2013 e também abaixo da inadimplência total de pessoa física, 6,5%. Esse cenário – o menor nível da série histórica iniciada em março de 2011 – é resultado do melhor uso do cartão pelos consumidores, da estabilidade no número de empregos e na renda, bem como das iniciativas do setor para incentivar a educação financeira.