Em plena expansão

0
2

O sistema de franquias de crédito é muito utilizado como estratégia para aumentar rapidamente o número de lojas do segmento que, geralmente, trabalha com produtos de diversas instituições financeiras. “Essas empresas se diferem dos correspondentes bancários na medida em que o tema principal do negócio é a pesquisa e acesso ao crédito melhor e mais barato para a sua clientela”, declara André Oliveira, presidente da CredFácil, que em entrevista exclusiva conta como surgiu a ideia de montar a empresa.
Em 2004, Oliveira trabalhava como operador de crédito na área de veículos de um banco da cidade. Ele tinha uma boa relação com os clientes e pedia que eles indicassem outros e, pouco a pouco, passou a ser referência na área. Aos 25 anos, abriu uma loja de créditos, a CredFácil. Após quatro anos da inauguração, a empresa já contava com 25 unidades próprias no estado, mas, em época de crise econômica, o presidente precisou recuar a expansão e optou por fechar várias unidades, restando apenas oito em funcionamento. Foi aí que ele teve a idéia de transformar seu negócio em franquia. Reestruturou a empresa, mudou layout e se associou à Associação Brasileira de Franchising, ABF, e em menos de um ano abriu mais de 30 novas lojas, chegando a três estados. “Com o grande número de franqueados, houve a necessidade de aumentar, também, o espaço físico da empresa, o que trouxe mais conforto para os colaboradores”, conta.
Em 2011, já eram mais de 50 unidades em cinco estados. E ano passado, a CredFácil fechou com mais de 70 lojas em 14 estados. Os planos de expansão para 2013 é abrir pelo menos vinte unidades até o final do ano. Os principais alvos de expansão para esse ano são cidades do Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Oliveira conta que parte do segredo do crescimento está na oferta de vários tipos de serviços para suprir as necessidades de todos os clientes. “Existe um leque bem grande de possibilidades de concessão de créditos para diferentes públicos”, resume.