Escapando ileso

0
18
O ano de 2015 foi carregado de desafios para todos. A economia do país passa por um momento turbulento e todos os setores foram afetados, inclusive o setor de crédito e cobrança. Para Hiran Leão Duarte, diretor presidente da Cesec, a redução do poder financeiro do consumidor, oriunda da crise política e econômica, refletiu diretamente no índice de recuperação de ativos. Além disso, o executivo comenta que o crédito mais restrito também foi um fator que dificultou as empresas de cobrança esse ano. “As empresas que atuam nas regiões Norte e Nordeste do país, como é o caso da Cesec, foram ainda mais afetadas pela crise”, acrescenta.
O executivo detalha que a crise também pode ser vista como uma chance de reformulação em busca de bons resultados, o que pode ser positivo. “A situação de crise, não pode ser vista apenas negativamente. Neste cenário temos oportunidades de analisar e reestruturar processos.” Tanto que, apesar de toda a dificuldade, o balanço do ano de 2015 para a Cesec é positivo. Segundo Leão, os ativos da empresa permaneceram equilibrados e houve ainda um crescimento mínimo este ano. “Como caminho, tivemos que procurar equilíbrio necessário para atravessar a turbulência e saímos ilesos”, comemora.
Um dos caminhos colocados ainda pelo executivo para sair da crise ileso é a qualidade dos serviços prestados, que é um diferencial sempre, mesmo em momentos delicados economicamente. “Em um momento tão complicado, tenho como grande acontecimento, a manutenção da qualidade de serviço e satisfação dos nossos contratantes com o trabalho de recuperação ode crédito realizado, mesmo perante cenário de crise”, completa.