Falta investimento

0
18
O CRM permite que as empresas criem um relacionamento mais próximo de seus clientes, porém, quando se fala em cobrança, o investimento ainda é muito baixo. Para Pedro César Costa, presidente da PH3A, os principais motivos disso são os inúmeros fornecedores da cadeira de cobrança que elevam seus custos operacionais e o cenário atual do país.  “Infelizmente, no Brasil existe o modelo de 100% no risco para os escritórios de cobrança, onde eles só recebem no sucesso, ou seja, caso consigam cobrar”, explica.
No entanto, essas ferramentas trazem inúmeros benefícios para as empresas desse segmento. Através delas, é possível ter controle total de todas as ações de cobrança, segundo Costa. “Com o CRM, conseguimos comandar as ações de cobrança. Por exemplo, se a empresa de assessoria de cobrança enviar um boleto via email marketing, conseguimos saber se o cliente recebeu e abriu a comunicação, o mesmo acontece com ações de mala direta, sms e telemarketing”, afirma. 
Além disso, com o avanço das mídias sociais, as empresas também têm maior facilidade em conseguir contato com o consumidor. Para o presidente, apesar de novos para o mercado de cobrança, esses canais são muito importantes para entender o perfil dos clientes. “Essa metodologia de cobrança em mídias sociais é ainda muito nova no setor de cobrança, porém, conseguimos começar a analisar o comportamento do cliente. Essas variáveis poderão nos ajudar a criar técnicas e melhorar ainda mais nossos modelos estatísticos de cobrança”, finaliza.