Feedback, já!

0
19
Trabalhar com a geração Y pode ser um desafio… A ansiedade e falta de habilidade e flexibilidade são fatores que preocupam os gestores. Por outro lado, as vantagens de ter esse público nas empresas de cobrança são muitas, já que se trata de pessoas que são mais animadas, dinâmicas e sempre dispostas a aprender. Por isso, um ponto essencial na hora de trabalhar com esses jovens é o feedback, afinal, eles têm necessidade de saber sua importância na empresa e como estão desempenhando sua função. Para Adriana Mattos, superintendente de RH da Localcred, o ideal é dar o retorno para esse público com bom humor e profissionalismo. “O RH desenvolveu cartilhas que orientam a gestão a fazer o feedback da melhor maneira possível, num passo a passo. Fazemos também treinamentos presenciais, exercitando o feedback. Eles precisam sentir que suas ideias são consideradas e ainda que eles têm possibilidade real de crescimento”, explica.
Portanto, para que essa relação entre empresa e funcionários mais jovens dê certo, o investimento em treinamento é intenso. Segundo Adriana, tudo precisa ser exaustivamente explicado e é preciso muito esforço para criar uma boa aproximação entre esses funcionários e seus gestores, além da necessidade de ensiná-los seus direitos e deveres e como se portar dentro da empresa. “O RH entra pra explicar que, como profissionais, devemos ser ‘camaleões’ e nos adaptar a qualquer ambiente. Já fora do expediente de trabalho, ele pode voltar a ser o que quiser”, comenta.
Além de investir em treinamento, as empresas também trabalham para motivar essa nova geração. Para a superintendente, para que isso aconteça, é preciso criar um dinamismo no ambiente de trabalho. “Desenvolvemos campanhas com atrativos culturais, com foco no ambiente de trabalho, campanhas temáticas. O clima precisa estar sempre em alta pra manter esse público motivado. Quando eles entram em contato com a cobrança, descobrem o mundo da ‘negociação’ que se bem aprendido será usado para o resto da vida. É um ganha-ganha.”