Financiamento de veículos mantém alta

0
5



O saldo total das carteiras de financiamento para aquisição de veículos pelas pessoas físicas, incluindo CDC (crédito direto ao consumidor) e leasing, fechou novembro de 2010 com R$ 184,1 bilhões. Esse valor comparado a novembro de 2009 teve um incremento de 18,4%, segundo estudo realizado pela Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras). Desse total, R$ 136,3 bilhões correspondem ao CDC, que cresceu 48,4% no período. Já a carteira de leasing equivale a R$ 47,8 bilhões, o que representa uma retração de 24,9% entre novembro de 2009 e 2010.


Em relação à inadimplência acima de 90 dias para CDC, a tendência segue positiva, com nova queda. Em novembro de 2010, o índice fechou em 3% enquanto em novembro de 2009 estava em 4,6%. Já os planos de financiamento estão na média de 43 meses, um pequeno aumento se comparado ao mesmo período do ano anterior, quando registrado 42 meses.


A taxa média de juros praticadas pelas associadas à Anef fechou em 1,42% ao mês (18,44% ao ano), contra 1,43% ao mês (18,58% ao ano) em novembro de 2009. A taxa praticada no mês anterior, outubro de 2010, foi de 1,44% ao mês (18,72% ao ano).


“O ano de 2010 foi muito bom para a indústria automotiva, conseguimos ultrapassar as expectativas iniciais. Por este cenário que temos até o mês de novembro, o indicativo é de que fecharemos 2010 com saldo das carteiras de CDC e leasing acima de R$ 185 bilhões. Além disso, projetamos para 2011 um crescimento de 10% a 15% nessas carteiras”, avalia Décio Carbonari de Almeida, presidente da Anef.