Financiamentos de veículos em queda

0
2
Em fevereiro, os financiamentos de veículos no Brasil somaram 350.046 unidades, sendo 134.745 novas e 215.301 usadas. O resultado representa queda de 4,8% em relação ao mês anterior. Em comparação com o mesmo período do ano passado a baixa foi de 12,3%. O levantamento, que leva em consideração automóveis de passeio, comerciais leves, motos e pesados, é da Unidade de Financiamentos da Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil.
Os veículos usados tiveram melhor desempenho em relação aos novos. Em fevereiro, foram financiados 215.301 veículos usados, 4,1% a menos que o mês passado. Já as vendas a crédito de novos somaram 134.745 unidades, queda de 5,8% em relação ao mês anterior e de 29,9% no acumulado do ano.
Dentre as modalidades de financiamento de veículos, considerando autos leves, motos e pesados, o consórcio se destacou, registrando alta de 1,5% em relação ao mês de janeiro, impulsionado principalmente pelos autos leves usados. Na comparação em relação a fevereiro de 2015, no entanto, há queda de 2,7%. Levando em consideração as operações por dia útil, o salto foi de 6,9% – foram 3.108 mil unidades negociadas em fevereiro, contra 2.908 em janeiro. Os dados consideram as aquisições de veículos por cotas contempladas mas não quitadas de consórcio.
Já em relação ao prazo médio de financiamento por tempo de uso dos autos leves, em fevereiro, o levantamento da Cetip aponta queda na comparação com o mesmo período de 2015, em quase todas as categorias. Os automóveis leves novos apresentaram uma queda no prazo médio para 36,35 meses, enquanto o prazo para os de quatro a oito anos de uso ficou em 42,46 meses.