Futuro vulnerável

0
2
Um futuro vulnerável pode aguardar as empresas que concedem crédito caso o projeto de lei 7654/14 seja aprovado. O PL do deputado Dimas Fabiano, que é analisado atualmente na Câmara dos Deputados, quer proibir a criação de restrições próprias das concedentes, o que deve trazer insegurança para esse mercado. De acordo com James Teixeira, professor da FAAP, no entanto, as empresas devem compensar esse risco aumentando as taxas de juros. “As pessoas que eventualmente forem tomar crédito, pagarão mais caro por isso. Acredito que isso pode diminuir, em um primeiro momento, o volume vendido, por conta desse aumento.”
Outro impacto que a proposta pode trazer é o aumento da inadimplência. Segundo Teixeira, isso acontece porque as empresas, independente das regras para conceder crédito, precisam atingir metas e farão isso a qualquer custo, não se preocupando com os impactos. “Pode haver em um primeiro momento, a inadimplência. Vai ser aquele ´cabo de guerra´. As empresas precisam vender e elas podem fazer isso com menos qualidade”, comenta.
Ainda assim, o professor considera a iniciativa governamental muito bem vinda. Ele defende a medida, pois acredita que o consumidor que é honesto e correto, vai honrar com seus compromissos tendo fácil acesso ou não ao crédito. “Eu acho que isso é positivo para o consumidor porque tudo que é lei tem que ser respeitado. Eu não acredito ser correto, uma loja pedir coisas que são ilegais. É uma iniciativa muito positiva”, finaliza.