Inadimplência com cheques registra alta

0
11

O indicador de inadimplência registrou alta de 3,40% em pagamento com cheques em abril de 2013, segundo a Pesquisa Nacional sobre Liquidação de Cheques. Em março, o índice dos valores em cheque registrados pela pesquisa havia sido de 3,15%, e em abril de 2012, 3,20%. A variação do índice de abril foi de 7,94% em relação ao mês anterior e de 6,25% em relação ao mesmo mês do ano passado.
A principal causa da inadimplência levantada pela pesquisa foi a falta de fundos, com 76,18% dos valores em cheques não liquidados. Os demais motivos foram 9,70% em cheques sustados; 3,53% em cheques roubados ou furtados; 1,47% dos valores em cheques fraudados; e os 9,12% restantes por outros motivos.
Entre as regiões brasileiras, o índice de inadimplência mais alto em abril foi o do Nordeste, com 4,60% dos valores em cheques enviados para liquidação. A região Norte ficou em segundo lugar, com 3,93%; o Centro-Oeste em terceiro, com 3,39%; o Sudeste em quarto, com 3,30%; e a região Sul em último, com apenas 2,55% de inadimplência. Com exceção da região Norte, houve alta em todas as regiões com relação a março de 2013.