Liderança positiva conquista empresas

0
7
Flexibilidade, otimismo, prazer na carreira, foco nas vocações. Esses são alguns temas que permeiam o conceito de Liderança Positiva, que começa a ganhar destaque no mundo acadêmico e de negócios. “Passamos a vida incentivando as pessoas a melhorarem naquilo em que não têm aptidão. A Liderança Positiva foca no que as pessoas têm de melhor, e isso aumenta a eficiência e a felicidade de uma equipe”, explica Vandyck Silveira, CEO de Executive Education & Corporate Learning da IE Business School.
Segundo Silveira, o líder positivo busca em seus colaboradores a potencialização dos pontos-fortes, e também evita situações que possam desmotivar ou constranger. Ele dá como exemplo uma pessoa metódica e que sua excelência é o planejamento – porém excessivamente tímida. Nas técnicas de liderança tradicional, a empresa a incentivaria a participar de diversos cursos, como teatro, expressão oral e verbal, dinâmicas, etc. 
“Isso vai contra sua natureza. O líder positivo não só a desobrigaria de situações como apresentar o planejamento anual para a equipe ou board, como encontraria uma solução – uma apresentação multimídia, por exemplo – e daria todo o reconhecimento a esse colaborador da mesma maneira”, diz o CEO de Executive Education & Corporate Learning da IE Business School. “E desenvolveria ainda mais seu potencial de planejamento”, acrescenta.
Ainda recente no mercado corporativo e utilizada por poucas empresas, a Liderança Positiva foi desenvolvida com base em vertentes modernas da Psicologia (comportamental, positiva, social), Andragogia, Gestão de Pessoas, Neurociência, Economia Comportamental, entre outras disciplinas. Cases mostram que empresas como Best Buy, Avon, Whole Foods Market, entre outras, têm aderido com sucesso ao conceito.