Mais um canal

0
2

Com o objetivo de recuperar os créditos e minimizar a inadimplência, as empresas credoras utilizam de diversos canais de cobrança. Se não for feita com cuidado, as cobranças podem prejudicar o bom relacionamento da empresa com o cliente. Com a intenção de melhor as relações de cobrança, surge um novo conceito para recuperação de crédito por meio da internet. No ar desde agosto de 2011, o site Acordo Certo enxergou nesse modelo uma oportunidade.
A proposta, segundo Edgar Melo, diretor e idealizador do site, é dar condições tanto para o consumidor inadimplente renegociar as dívidas, quanto para as empresas credoras recuperarem os créditos. “Neste formato, o usuário ganha tempo, comodidade para negociar suas dívidas, e evita constrangimentos” destaca. Ele explica que o principal objetivo é possibilitar que a empresa credora mantenha a relação com o consumidor, recupere os valores de créditos de forma amigável e resolva a situação. “Um dos benefícios é que o credor volte a se relacionar com esse cliente, contato que foi perdido ao longo das diversas ações de cobrança”, reforça Melo.
O diretor conta que a ideia de criar o serviço surgiu em 2008. Após trabalhar por seis anos em um call center, Melo percebeu muita insatisfação dos consumidores com o atendimento e sentiu a necessidade de ajudar o consumidor a negociar as dívidas. “Temos que evoluir muito no que diz respeito à forma que tratamos nossos clientes em todo processo de cobrança”, declara.
Para que haja negociação, o consumidor se cadastra gratuitamente no site e manda sua proposta. O credor pode aceitar a proposta feita pelo consumidor ou fazer uma contraproposta.  O site ajudará com a negociação junto à empresa credora, em busca de um valor justo para os dois lados. O diretor do site atenta para o fato de que hoje, várias empresas credoras estão trabalhando para se adequar a esse novo canal de cobrança com a intenção de gerar um relacionamento amigável. “Tudo demanda de diálogos que já estamos estabelecendo com os credores”, finaliza.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAvaya fortalece Collaborative Cloud
Próximo artigoCobrança econômica