Melhora a qualidade de crédito ao consumidor

0
2



Após ter piorado no segundo trimestre e ter estagnado no terceiro, a qualidade de crédito do consumidor reagiu e apresentou ligeira melhora no quarto trimestre de 2011. O Indicador Serasa Experian da Qualidade de Crédito do Consumidor que avalia, numa escala de 0 a 100, a qualidade de crédito do consumidor – quanto maior, melhor a qualidade de crédito e, portanto, menor é a probabilidade de inadimplência, caso este consumidor venha a requerer crédito – subiu para 80,2 pontos no último trimestre de 2011.

 

A desaceleração da inflação, a redução dos juros, a manutenção de patamares mínimos históricos para a taxa de desemprego e o crescimento mais moderado do endividamento são elementos que auxiliaram na diminuição do risco de inadimplência dos consumidores ao final do ano passado, salientam os economistas da Serasa Experian.

 

Comparativamente ao trimestre anterior (3º trimestre de 2011), os consumidores das regiões Centro-Oeste e Sudeste exibiram evolução positiva na qualidade de crédito dos seus consumidores. Nas demais regiões brasileiras houve estabilidade no último trimestre de 2011. Na análise regional, verifica-se que as regiões Sul e Sudeste são as únicas a se situarem acima da média nacional (80,2) em termos de qualidade de crédito dos seus consumidores, registrando as marcas de 84,9 e 80,6, respectivamente. Em seguida temos a região Centro-Oeste, com 79,1, e a região Nordeste, com 78,4. E, por fim, aparece a região Norte, com 76,0.