Mulheres gastam mais com cheques

0
1
Com os juros do cartão de crédito em 53% ao ano, de acordo com dados do Banco Central, e a escassez de dinheiro ligada à crise econômica, muitos brasileiros têm optado pelo uso do cheque como meio de pagamento. Segundo o levantamento trimestral do Perfil do Consumidor realizado pela Multipro, empresa do Grupo MultiCrédito, por conta da facilidade de acesso a essa forma de pagamento, o cheque foi utilizado principalmente por casados nos meses de junho a agosto. Ao todo, 56,9% deles fizeram uso dessa forma de pagamento e procuraram a empresa para renegociar dívidas.
O estudo, elaborado com base nos 788 consumidores que procuraram o serviço de renegociação de dívidas entre junho e agosto de 2016, constatou que os principais usuários de cheque no período têm renda entre 2 e 4 salários mínimos e adquiriram produtos e serviços nos segmentos de Alimentação (19,9%), Materiais de Construção (12,2%) e Farmácias/Drogarias (10,2%). As compras estiveram concentradas principalmente em São Paulo (27,8%), Minas Gerais (13,6%) e Rio Grande do Sul (10,9%).
Seguindo a tendência apontada no trimestre anterior, as mulheres foram as principais responsáveis pelas renegociações das dívidas, com 52% (crescimento de 1 p.p. ante o resultado do período anterior). Em sua maioria, elas têm entre 31 e 40 anos, são casadas, sem filhos e contam com o segundo grau completo (49,4%). Como principais motivos para a inadimplência no período, tanto as mulheres quanto os homens, apontaram descontrole financeiro (55,3%), seguido por emprestar o nome (12,7%) e queda na renda (10%).