Nova linha de crédito para pequenas empresas

0
2



Na última semana, o governador Geraldo Alckmin anunciou duas ações para estimular o crescimento das pequenas empresas paulistas: a criação de uma linha de financiamento da Agência de Fomento Paulista para pequenas empresas que forneçam serviços e produtos para o Governo do Estado e a ampliação da cobertura do FDA, Fundo de Aval. “O empreendedorismo está no DNA do povo paulista, mas nem sempre as pequenas empresas têm acesso ao crédito. Com a nova linha e a ampliação do Fundo de Aval, que vai garantir o financiamento, essas empresas poderão ter acesso ao crédito público.”, informa o governador.

 

A nova modalidade de crédito contará com previsão inicial de R$ 100 milhões, terá juros de 1,19% ao mês e atenderá as cerca de seis mil empresas cadastradas na BEC, Bolsa Eletrônica de Compras, que faturam entre R$ 360 mil e R$ 3,6 milhões por ano e prestam serviços à administração estadual. “A nova linha vai ampliar o alcance da Agência de Fomento Paulista, ajudando no equilíbrio das contas das pequenas empresas, que nem sempre podem esperar os vencimentos de seus contratos com o Governo para contar com esse capital. Além disso, elas poderão usar esses recebíveis como garantia para financiar projetos de investimento que irão aumentar sua capacidade de produção”, diz o presidente da Agência de Fomento Paulista, Milton Luiz de Melo Santos.

 

O FDA , antes oferecido pela Agência de Fomento em operações para linhas de crédito emergenciais, passa a ser aplicado a todas as linhas (exceto para operações de capital de giro) e atenderá pequenos empresários de qualquer segmento, desde que seu faturamento seja inferior a R$ 3,6 milhões anuais. “A extensão dessa opção de garantia às pequenas empresas paulistas era uma necessidade de todos os setores da economia, sobretudo das prestadoras de serviços que, mesmo comprovando sua capacidade de endividamento, não possuem bens tangíveis para oferecer, inviabilizando a concretização do financiamento”, afirma Santos.