Procura por crédito sofre desaceleração

0
2



A quantidade de pessoas que procurou crédito cresceu 12,9% em janeiro de 2011 quando comparada com o mesmo mês do ano passado, de acordo com Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito. Foi a menor taxa de expansão anual dos últimos seis meses sinalizando que, após um segundo semestre de crescimento bastante acentuado, a demanda dos consumidores por crédito começa a exibir alguma desaceleração. Em relação a dezembro de 2010, a demanda dos consumidores por crédito, devido a fatores sazonais, foi 6,7% menor em janeiro/11.

 

Apesar da desaceleração observada em janeiro/11, os consumidores da camada inferior de rendimento mensal – rendimentos mensais de até R$ 500,00 mês – foram os que puxaram a alta anual da procura por crédito em janeiro de 2011 (+58,2% em relação a janeiro/10). Todas as demais faixas de rendimento pessoal mensal também apresentaram elevações anuais em suas demandas por crédito em janeiro de 2011, variando de 1,7% (entre R$ 1.000,00 e R$ 2.000,00 por mês) a 30,5% (entre R$ 5.000,00 e R$ 10.000,00 por mês).

 

Houve crescimento anual na procura dos consumidores por crédito em todas as regiões do país em janeiro/11. A maior delas ocorreu no Nordeste (19,7%). Nas demais regiões geográficas do país, o crescimento anual da procura do consumidor por crédito em janeiro/11 ficou entre 10,7% (Sul) e 13,1% (Centro-Oeste).