Queda na taxa de juros do cheque especial

0
14



A taxa do cheque especial continua sendo uma das mais altas do mercado, ainda que tenha caído 16, 1 pontos percentuais, de junho para julho, registrando 151% ao ano – a menor desde março de 2008, quando o índice apresentou 149,8% ao ano, aponta o Banco Central.


Para crédito pessoal, incluídas operações consignadas em folha de pagamento, a taxa chegou a 39,9% ao ano, com alta de 0,3 ponto percentual, enquanto a taxa para a compra de veículos, ficou em 21% ao ano, com variação 0,3 ponto percentual em relação a junho.


Para as famílias, a taxa média de juros cobrada chegou a 36,2% ao ano, em julho deste ano, o nível mais baixo da série histórica do Banco Central, iniciada em 1994. Em relação a junho, houve redução de 0,3 ponto percentual.