Recuo na busca por crédito

0
14
A quantidade de pessoas que buscou crédito em fevereiro/14 recuou 9,6% em relação a janeiro/14, de acordo com o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito. Já na comparação com o mesmo mês do ano passado (fevereiro/13) houve alta de 1,0% na demanda dos consumidores por crédito em fevereiro/14. Essa expansão foi influenciada pelo deslocamento do feriado móvel do Carnaval que, neste ano de 2014, caiu em março. No acumulado do primeiro bimestre de 2014, a demanda do consumidor por crédito cresceu 1,0% frente ao mesmo período do ano passado. O resultado de fevereiro/14 (queda de 9,6% contra fevereiro/13) reflete uma conjuntura de fraca demanda do consumidor por crédito, influenciada pelas taxas de juros cada vez mais altas e pela inadimplência que, embora tenha recuado ligeiramente em 2013, ainda permanece em patamar elevado.
As maiores quedas na demanda dos consumidores por crédito em fevereiro/14 ocorreram nas camadas de renda mais baixa: houve recuos de 12,4% para os consumidores com rendimento mensal de até R$ 500 e de 11,3% para aqueles que ganham entre R$ 500 e R$ 1.000 mensais. Para os consumidores que recebem entre R$ 1.000 e R$ 2.000 por mês, a queda em fevereiro/14 foi de 8,8%. Para aqueles que ganham entre R$ 2.000 e R$ 5.000, o recuo foi de 6,2% frente a janeiro/14. Já nas camadas de rendas mais altas, as quedas de fevereiro/14 foram menores: 3,0% para consumidores com rendimentos entre R$ 5.000 e R$ 10.000 por mês e 3,2% para aqueles que ganham mais de R$ 10.000 mensais.
Já na análise por região, a maior queda na procura dos consumidores por crédito ocorreu no Sul: variação de -15,5% em fevereiro/14 frente a janeiro/14. Norte e Nordeste apresentaram recuos mensais de 14,2% e de 14,0% em fevereiro/14. As menores quedas das demandas dos consumidores por crédito em fevereiro/14 ocorreram no Sudeste (baixa de 5,9%) e no Centro-Oeste (queda de 5,2%).