Revolução mobile em direção aos clientes

0
2



Como resultado das transformações pelas quais o mercado tem passado, emerge um cliente com novos hábitos de consumo. Cada vez mais conectados a internet, ao trabalho e em busca da qualidade de vida, as pessoas estão menos dispostas a ocupar o tempo em tarefas corriqueiras como ir ao banco e, tendo em mão tecnologias e conectividade, estão migrando as transações financeiras para o universo mobile. “Imagine que as maquininhas de cartão usadas hoje, em um futuro próximo, serão adaptadas à nova tecnologia”, prevê o executivo Vincenzo Di Giorgio CEO da Onda Mobile Communication, e ainda pontua a possibilidade que o cartão de plástico seja trocado pelo smartphone compatível pois, as novas gerações estão cada vez mais adeptas universo mobile.

 

Para o mercado, os reflexos são o maior controle das transações e a redução da inadimplência, segundo Pedro Henrique Arruda, gerente de Projetos da Accesstage. “A inadimplência diminui à medida que os clientes têm acesso a um maior número de ferramentas a qualquer hora em qualquer lugar. Estamos falando de um público que às vezes até tem o dinheiro para pagar, mas trabalha durante muitas horas úteis do dia e por esse motivo não tem tempo de ir ao banco”, exemplifica.

 

A facilidade de acesso também pode aumentar a conversão das vendas, na opinião de Leonardo Bortoletto diretor-presidente da Web Consult. “É impossível ter uma melhor forma de incentivar à compra do que ela estando disponível em todo momento nas mãos do usuário. Por isso, o mobile payment é a modalidade com maior potencial de crescimento nas transações eletrônicas no País nos próximos anos”, afirma. E mais do que incentivar o consumo, a mobilidade permite a inclusão financeira. Segundo Cesar Contipelli, consultor de indústria da Teradata, existe um apetite muito grande das instituições financeiras de levar os serviços de depósitos e pagamentos para os clientes que estão fora do sistema bancário, mas que possui um celular. “Hoje a grande maioria das pessoas tem um celular. É interessante incluir nas transações financeiras esse público que busca um produto rápido, acessível, menos burocrático e que custe pouco”, finaliza.

 

 

Confira as matérias do especial mobile payment:

 


A carteira está com os dias contados e o celular toma status de cartão de crédito e dinheiro vivo

 


Internet 3G e smartphones, a união perfeita para atender as necessidades do cliente

 


Avanço tecnológico permite pagamento de contas a qualquer hora e de qualquer lugar

 


Serviços mobile abrem as portas para captação de novos públicos

 

 

Leia também outras matérias sobre o tema:

 


Novo método de pagamento móvel é um alicerce para a bancarização no País, de acordo com Gupo GTF

 


Aplicativo Sicoob agiliza obtenção de comprovantes por dispositivos móveis

 


Torpedo no celular contribuirá para regularizar pendências financeiras

 


Ferramenta é mais agil e aceita pelos clientes por ser direta e menos invasiva

 

 

Aproveite para dar sua opinião na enquete do Portal de Crédito e Cobrança: Qual o principal ganho das empresas com o mobile payment? Deixe também um comentário sobre o assunto no fórum da ClienteSA no LinkedIn.