Sicoob cresce 38% em captação de poupança

0
5



O Sicoob alcançou a marca de R$ 21,9 milhões em captação de poupança no mês de abril deste ano. O valor é 38 % superior ao apresentado no mesmo período de 2011, quando o volume captado foi de R$ 15,9 milhões. O crescimento nas captações é resultado da redução das taxas de juros e da queda na taxa Selic, de acordo com Ricardo de Amorim, gerente de captações do Bancoob, Banco Cooperativo do Brasil, instituição financeira provedora da poupança para as cooperativas do Sicoob.

 

Para o setor cooperativista de crédito, as mudanças na remuneração da poupança, anunciadas pelo Governo Federal, terão pouco impacto sobre os depósitos. A poupança, na opinião de Amorim, continuará sendo uma boa opção para a maioria dos investidores. “Por se tratar de um produto bastante popular, sem incidência de IR, com liquidez imediata e de simples movimentação, a pulverização nos investimentos deve garantir a sequência de depósitos. Porém, imaginamos que a influência das novas regras, num primeiro momento, será apenas sobre os grandes investidores, que podem procurar outras fontes de rendimentos, principalmente para aplicações de médio e longo prazo”, ressalta.

 

Em alguns casos, revela o gerente, a poupança deve manter vantagem sobre as demais operações. “Para investimentos de até seis meses e quando a taxa Selic for inferior a 8,25% a.a., a poupança, por não ter a incidência de IR para pessoa física, tende a render mais que aplicações no Tesouro Direto e em CDBs de bancos que pagarem até 94% do CDI. Esta vantagem da poupança sobre outras aplicações também acontece em prazos superiores a seis meses, caso a taxa Selic continue caindo”, garante.