Clique no banner e vote na fera que te representa!
Clique no banner e vote na fera que te representa!

O canal para quem respira cliente.

Soluções assertivas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

As empresas de cobrança estão investindo cada vez mais em estratégias refinadas para o bom desempenho da recuperação de crédito. Neste cenário, as tecnologias auxiliam e facilitam a ação, gerando melhores resultados. “Com a competitividade do mercado e o know-how adquirido pelas empresas contratantes, as operações de cobrança só conseguem viabilizar sua rentabilidade, trabalhando sobre campanhas assertivas sem chances de erros operacionais. E isto não é possível sem o uso de tecnologias avançadas”, afirma Erik Mazzei, diretor comercial e de marketing da G4 Solutions. 
Pensando nas necessidades tecnológicas desse tipo de operação, a empresa desenvolveu uma solução para contribuir na assertividade de discagem e localização de clientes. “Nós investimos em uma plataforma de discagem preditiva, sobretudo na camada de estratégia on-line, de maneira que esta permite absorver as mais variadas regras de contato e localização de seu cliente”, conta. Segundo Mazzei, os discadores são soluções robustas, mas que se mal configuradas, podem gerar prejuízos à operação. “Neste sentido, desenvolvemos um amplo serviço de estratégia que é capaz de absorver quaisquer regras de contato sobre um mailing, apresentando cenários analíticos antes mesmo da sua execução, e ainda demonstrando os resultados durante, em tempo real, permitindo uma mudança completa de estratégia, se for o caso”, explica.
Apesar dos discadores serem soluções já conhecidas nas operações de cobrança, os associados a um servidor de estratégia, com simulação de assertividade e manipulação em tempo real, são evoluções recentes para as empresas, segundo Mazzei. Para ele, com a tecnologia, as operações precisam aprimorar seus profissionais no que diz respeito ao gerenciamento de estratégias. “Elas necessitam agora de um grande estrategista ‘capitaneando’ a solução”, conclui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima