Treinamento necessário

0
13
Prestativos e antenados, os jovens têm muito a acrescentar em uma empresa. Mas, por serem também muito imediatistas, precisam ser bem treinados para que consigam de fato trazer benefícios para a companhia na qual atuam. Para Márcia Cavden, coordenadora de RH da Nova Quest, o processo de desenvolvimento desse público é o maior desafio para as companhias. “Além de ser necessário moldá-los de forma mais pontual, não podemos deixar de lado a necessidade de administrar o jeito imediatista que esta geração possui”, afirma.
Como parte do treinamento, são abordados temas que ensinam os jovens a atender bem o cliente, além de práticas de negociação. Só depois desse processo o jovem é direcionado para colocar em prática o que aprendeu, como destaca Márcia. “Com o término dos treinamentos teóricos, o novo funcionário é apresentado ao gestor imediato, no departamento Operacional, para assim continuar o trabalho de desenvolvimento, colocando o iniciante de carona para absorver a prática de um funcionário veterano.”
Após o processo de treinamento, o jovem é monitorado durante seus atendimentos para que os gestores possam lhe dar o feedback necessário. Para a coordenadora de RH, essa é uma das formas de melhorar o desempenho desse funcionário. “O intuito é incrementar constantemente os iniciantes, possibilitando oportunidades de novos conhecimentos. Para este acompanhamento contamos com o gestor imediato do novo funcionário, juntamente com o departamento de qualidade e treinamento.”