Tudo ao alcance das mãos, em tempo integral

0
0



Em um cotidiano corrido e agitado, mobilidade e comodidade quando acompanhadas de segurança, são sempre bem vindas. Usar o telefone celular para efetuar transações financeiras, desde a compra de um produto à transferência de valores é algo possível ao redor do mundo e, no Brasil, a tecnologia já é alvo de pesquisas e projetos de implantação. “Os acordos estão em processo entre os bancos e as lojas que podem disponibilizar o serviço, os aparelhos são desenvolvidos mas, ainda não há venda massiva, e essa é a parte fundamental para a disseminação do mobile payment”, analisa Vincenzo Di Giorgio CEO da Onda Mobile Communication.



Outro ponto fundamental para efetivação e penetração do pagamento móvel no País, de acordo com Di Giorgio, é o fato de que os bancos e as bandeiras de cartões precisam encarar a plataforma não como um ´inimigo´ das bandeiras de crédito e débito mas, sim como uma ferramenta complementar, um parceiro. “Assim é possível alavancar a disponibilidade de um serviço facilitador que em vigor, amplia a conveniência do consumidor, o consumo e por conseqüência o retorno financeiro das instituições, o que gera um ciclo de crescimento. Do contrário a evolução do projeto pode ser lenta ou mesmo interrompida”, alerta o executivo.



“Imagine que as maquininhas de cartão usadas hoje, em um futuro próximo, serão adaptadas à nova tecnologia”, convida o executivo e ainda pontua a possibilidade que o cartão de plástico seja trocado pelo smartphone compatível pois, as novas gerações estão cada vez mais adeptas universo mobile. “O seu número de celular é único no mundo, tê-lo em mãos todo o tempo torno-o uma ferramenta altamente segura e pessoal. O aparelho atrelado ao número de celular e possivelmente uma senha, pode fácil e confortavelmente substituir o plástico e manter a bandeira mediadora”, complementa. 



Nessa onda de facilidade, Di Giorgio enxerga grandes oportunidades. “Essa transição não representa um risco mas uma oportunidade para alcançar um novo público, além de que essa virtualização também permite que você tenha mais de uma bandeira em mãos disponível na hora da compra”, afirma.