Varejo em 2011 pode ser até 7% melhor

0
3



O varejo nacional deverá crescer de 6,5% a 7% em 2011, considerando um aumento previsto do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil de 4,5%. O varejo em 2010 cresceu 9,3% sobre as vendas a prazo e à vista de 2009, de acordo com consultas feitas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). O ano de 2010 foi o melhor em vendas do comércio desde a virada do século.


As vendas a prazo em dezembro de 2010 tiveram alta de 11,5% no mês, segundo os registros da nova empresa SCPC Boa Vista Serviços – a comparação foi feita com o mesmo número de dias úteis. As consultas ao SCPC Cheque, que mede as vendas à vista, subiram 15,8% no mesmo período, diz a associação.


“Como prevíamos, 2010 foi um excelente ano para o varejo no Brasil e esperamos que em 2011 as vendas continuem crescendo num ritmo sustentável”, disse Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).


A perspectiva para 2011 é de que as vendas a crédito cresçam de dois a três pontos percentuais a mais que o PIB (que deve ser de 4,5%), diz a associação. Portanto, a entidade prevê que o varejo nacional deve crescer de 6,5% a 7% neste ano.