Unicórnios, camelos, golfinhos e o papel das agências de comunicação no novo mercado de inovação

Perfil de consumo de disrupção do brasileiro mudou após o “inverno das startups” forçando uma nova era da comunicação