Mais uma bola dividida no colo do empregador?

Ele não é o credor e nem devedor, mas, se não realiza o repasse, passa a ser descumpridor aos olhos do sindicato e, se realiza o desconto, passa também a ser descumpridor aos olhos do empregado