Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Eu já Vendi Bijuterias

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Olá Fanáticos,

Em 1987, já havia completado 14 anos, quando após um pedido
meu, minha Madrinha me presenteou com um Kit de Bijuterias, com algumas
Correntes, Pulseiras, Anéis, Brincos, “Xuxinhas” de Cabelo, entre outras
coisinhas.

Com esse Material (Investimento Inicial), passei a ir todos
os dias (7 dias por semana) para o local mais movimentado da cidade de
Mirandópolis, interior de São Paulo (600 km da Capital), onde eu abria o Kit na
Calçada e ali, durante toda a tarde, eu vendia minhas mercadorias.

O que era um pano na Calçada virou uma pequena Banca, de
onde por quase 2 anos, fiz um ótimo dinheiro para sustentar minhas questão
pessoais e ajudar minha mãe com as despesas de casa.

“…Lembro de ter Fidelizado Clientes, que pediam Produtos
Exclusivos (“Importava” da Cidade Grande), que paravam para bater papo, trocar
ideia, enquanto escolhiam seus produtos (ou não)…”

Fiquei conhecido, respeitado, fiz amizades verdadeiras, que superaram essas 3 décadas e permaneceram firmes até hoje, irmãos, compadres e comadres.

Mais do que isso, a experiência desta
iniciativa despretensiosa se transformou na base da minha carreira, que foi de lá para cá, construída totalmente no Relacionamento
com o Cliente.

“…Minha Formação em 1987, 1988 e 1989 era pífia, totalmente
irrelevante, mas minha atuação já considerava Produto, Preço, Qualidade e
Serviço, o que prova apenas, que não ter formação, não pode/deve ser uma
desculpa para não se fazer…”

Sempre prezei pelo Atendimento, pela Atenção ao Cliente, identificando
as Oportunidades (através das conversas | Pesquisa de Mercado) e surpreendendo
esse Cliente na próxima “Leva de Mercadorias”.

E qual o resultado disso? Vender tudo muito fácil e rápido.

E o que eu tiro dessa Experiência?

(1) Trate seu Cliente como
único, não importa o seu Negócio/Produto/Serviço, preste sempre o melhor atendimento,
tenha empatia, ouça o que ele diz e interprete o que ele não diz diretamente,
faça ele confiar em você, e

(2) Conheça seu Cliente, extraia dele o máximo de
informação possível, sem ser cansativo, entenda suas necessidades, vontades,
desejos e com isso, faça adaptações na sua empresa, pensadas em tudo o que você
descobriu, seja na compra de Produtos, seja na maneira de A
tender ou na forma
de resolver um Problema.

 

Faça isso e colha os frutos do Sucesso.

Abraços Fanáticos,



Alessandro Xavier

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima