Mídias sociais: pesquisas e novidades

Twitter é a rede mais valiosa para os jornalistas

Uma pesquisa global que ouviu quase 3 mil jornalistas em todo o mundo revelou que o Twitter é a rede mais usada pelos jornalistas e a que consideram mais valiosa para o seu trabalho. Além disso, é a rede que mais usam para se informar, perdendo apenas para os jornais e revistas online. E na hora de responder qual das plataformas os jornalistas pretendem usar mais? Não deu outra: o Twitter apareceu na frente de novo. A pesquisa, chamada State of Journalism 2021, é realizada anualmente pela plataforma digital Muck Rack, que conecta jornalistas e profissionais de comunicação corporativa de empresas e agências. Ela foi realizada entre os dias 11 de janeiro e 8 de fevereiro com 2.482 jornalistas de todo o mundo, incluindo empregados na profissão  full-time (63%), freelances (20%), jornalistas part-time que complementam a renda com outro emprego (15%) e aposentados/desempregados (2%). A maioria está baseada nos Estados Unidos (68%). Apesar de a quinta parte dos respondentes ter tido que passou a trabalhar menos por terem sido envolvidos em dispensas provocadas pela pandemia, a maioria inicia o ano otimista com a profissão. Fonte: MediaTalks

Twitter estaria aperfeiçoando seus algoritmos para evitar preconceitos e injustiça
O Twitter deu início a uma “Iniciativa de Aprendizado de Máquina Responsável” que avaliará seus algoritmos para evitar possíveis danos. As áreas planejadas de análise incluem dados sobre preconceito racial e de gênero no corte de imagens, bem como recomendações de cronograma entre subgrupos raciais e facções políticas. Fonte: 9to5Mac

Instagram e Facebook exploram novos controles de contagem de “curtidas”

O Instagram está testando opções para ocultar o número de reações “curtidas” nas postagens, um experimento que começou em 2019 regionalmente e depois foi interrompido devido à pandemia em andamento, e o Facebook planeja iniciar um teste semelhante. O recurso experimental permite que os usuários ocultem “curtidas” nas postagens que fazem ou escolham não vê-las no conteúdo de outras pessoas. Fonte: BBN Bloomberg