Qual a importância de um framework de governança de dados

A resposta a essa questão foi dada por Elcio Santos, CEO da AlwaysOn

Imagine que você está trabalhando em um projeto que envolve uma série de países, no valor de aproximadamente US$ 125 milhões. Seu objetivo é colocar um robô de exploração em Marte, proposta que envolve larga aplicação de inteligência, e isso inclui a inteligência artificial.

Agora imagine que, assim que o veículo que leva o robô se aproxima do solo do planeta vermelho, ele explode.

Essa história não é ficção. Foi exatamente o que aconteceu com a Mars Climate Orbiter, nave da NASA, em 1999. A causa dessa falha catastrófica? Uma das equipes usou o chamado sistema imperial – polegadas, pés, jardas e milhas – em vez do sistema métrico.

Se você está dando risadas, saiba que a NASA não achou graça nenhuma.Uma rápida análise deixou claro que o fracasso do projeto estava 100% relacionado à falta de um plano de governança de dados. Mea culpa feita, a agência espacial tomou as medidas necessárias. Implementou um padrão de governança e agora, Marte tem uma feliz e crescente população de robôs. Cinco, para ser mais preciso: Sojourner, Spirit and Opportunity, Curiosity e Perseverance.

A experiência da NASA mostra como a governança de dados e a aplicação de big data analytics são mais que importantes, são fundamentais. Eis algumas vantagens:

● Políticas e sistemas centralizados reduzem os custos de TI relacionados à governança;
● Os padrões de dados permitem melhores tomadas de decisão multifuncional e de comunicação;
● As auditorias de conformidade são mais fáceis de gerenciar, e os padrões de conformidade, mais fáceis de manter.

Um plano de governança de dados também pode ser uma vantagem competitiva conforme uma empresa se expande já que, negócios modernos são executados com base em dados (muitas vezes organizados em um poderoso data warehouse).

Portanto, sem planejamento e inteligência adequada, organizações reduzem substancialmente seus potenciais competitivos e perdem de vista que:

● Os dados alimentam a inteligência de negócios para planejamento de curto e longo prazo, incluindo fusões e aquisições;
● A governança de dados mantém o crescimento dos dados sob controle organizado;
● Dados estáveis facilitam a adaptação a novos dados e legislações de privacidade;
● A governança ajuda a proteger instituições contra ataques cibernéticos e violações prejudiciais e caras;
● Reduz o custo de gerenciamento do data mining e aumenta o ROI de sua análise de dados;
● Reduz a carga de gerenciamento da equipe de TI e espalha a carga por toda a organização.

Em nosso próximo post, apresentaremos 8 boas práticas de governança de dados. Se tiver com pressa, no entanto, leia este artigo no blog da AlwaysOn.