A boa logística no e-commerce

0
1

Um dos segredos do sucesso de uma loja virtual é contar com um sistema de logística de qualidade, que distribua os produtos de maneira eficiente e, consequentemente, proporcione credibilidade à marca e confiança ao e-consumidor. E, para garantir eficácia nos processos de logística do site, Robson Tavarone, sócio e diretor comercial do site de Compras Coletivas, Ótima Oferta, aponta os principais cuidados a serem tomados:
Meio de entrega: Apesar do surgimento de diversas empresas de logística, a melhor aposta para entregar o produto ao consumidor são os correios, pois sua taxa de atraso é ínfima em relação às transportadoras em geral. Além disso, o consumidor pode rastrear todo o processo de envio da mercadoria através de um número de rastreamento fornecido pela empresa.
Envio do produto: Cuidado para não enviar o produto errado ou enviar fora do prazo. Em ambos os casos, é imprescindível se desculpar com o consumidor e desfazer o ocorrido. Vale até enviar um brinde como forma de compensar o equívoco. 
Data de entrega: Informe ao consumidor a data de entrega, mas nunca prometa uma data que não possa ser cumprida. O ideal é surpreender o consumidor. Um exemplo é prometer a entrega em até sete dias e conseguir entregar bem antes. Mas atenção! Avise ao cliente sobre a entrega antecipada, pois ele estará programado para receber em outra data.
Uso de tecnologias: Investir em ferramentas tecnológicas que otimizem o processo de venda e minimizem os riscos de erro na entrega do produto é um diferencial importante. Uma dica são as soluções de ERP ou CRM que controlam o processo de saída de mercadorias e o histórico de compras do consumidor, além de identificarem seu perfil de consumo. 
Logística reversa: Se o consumidor quiser devolver o produto, o site deverá estar preparado para atuar com a chamada logística reversa, ou seja, a reentrada de uma mercadoria no estoque. Vale lembrar que a devolução é um direito do cliente previsto no Código de Defesa do Consumidor, além do ressarcimento do valor, que deve ser imediato. 
“Para muitos consumidores que compram pela internet, ainda há insegurança com a logística, o receio de receber produtos danificados ou mesmo de pagar e não receber. Entretanto, se a empresa tiver um processo logí¬stico bem estruturado, certamente, passará mais credibilidade ao e-consumidor”, ressalta Tavarone.