A democratização do consumo

0
18
As marcas ganharam dimensões além dos produtos, atraindo muitas pessoas a consumi-las. Porém, certos consumidores não tinham acesso a essas marcas e ficam na vontade. Mas, hoje, eles podem comprar o que quiser, basta estar conectado. “Com a popularização do acesso à internet e o aumento da renda do brasileiro, o e-commerce deu acessibilidade a produtos de grandes marcas. Ou seja, a internet e e-commerce democratizaram e aumentaram a penetração de alguns segmentos, como a moda, no Brasil”, destaca Malte Huffmann, co-fundador da Dafiti no Brasil e responsável pela área de marketing atualmente. Com isso, o consumidor se tornou mais confiante e fazer compras on-line deixou de ser um desafio para se tornar preferência. “Esses fatores também fez o cliente ficar mais exigente, prezando pela comodidade, melhores opções de preço, variedade dos produtos, facilidade de pagamento, etc”, salienta Huffmann.
Apesar de ter problemas estruturais e sociais, o Brasil vem se destacando no setor e a tendência e crescer cada vez mais. “A nossa decisão de abrir um negócio no país veio pelo momento que o Brasil estava vivendo, extremamente positivo e com grandes possibilidades de crescimento, principalmente no varejo de moda e no e-commerce”, afirma o alemão.  O desafio agora é oferecer a melhor experiência de compra, bom serviço e mobilidade. Além disso, a forma de atendimento ao consumidor deve acompanhar sua transformação e evoluir junto com ele.  “Do ponto de vista macro, é preciso também que empresas como a Dafiti continuem contribuindo para o desenvolvimento deste mercado investindo em logística, TI, marketing e geração de empregos para o setor”, enfatiza Huffmann.
Outro ponto a se destacar no Brasil é a pluralidade. Aqui, temos de tudo e mais um pouco. Com isso, o grande diferencial das estratégias de e-commerce no país é trabalhar para atender essa imensa diversidade e variedade de públicos, classes sociais, costumes, bem como cobrir todas as regiões e cada cidade brasileira com a mesma garantia de qualidade de serviço. “Hoje, podemos dizer que a Dafiti investe em um portfólio amplo e relevante, além de um serviço que atende às peculiaridades neste enorme Brasil”, garante Malte.