A migração para o outsourcing

0
2

O superintendente operacional da Localcred, Leonardo Santanda, acredita que a transferência de funções de recuperação de crédito para empresas terceirizadas é uma das principais mudanças do mercado nos últimos dez anos. “Atualmente, a cobrança terceirizada já abrange uma gama extensa de produtos e faixas de atraso”, afirma. Em entrevista exclusiva, Santanda comenta essa evolução.
ClienteSA – Quais as principais mudanças que enxerga do mercado nesses últimos 10 anos?
Leonardo Santanda – As principais mudanças têm origem na migração de operações e serviços de caráter mais crítico e estratégico para as empresas prestadoras de serviços. Podemos dar como exemplo a indústria de cobrança. No passado, a terceirização era pequena ou somente para títulos com atrasos muito avançados, onde o vínculo com o cliente do banco ou financeira já era descontinuado. Atualmente, a cobrança terceirizada já abrange uma gama extensa de produtos e faixas de atraso, inclusive as mais recentes, onde a recuperação de ativos e a manutenção e atendimento do cliente correm em paralelo.
Quem era a Localcred há 10 anos e quem ela é hoje?
A Localcred possui 24 anos e, ao longo de sua trajetória, observou contínuo crescimento nas operações de forma orgânica e estruturada. Nos últimos dez anos em particular, a empresa passou por um processo de profissionalização em sua gestão, com a contratação de profissionais oriundos do mercado financeiro, em especial de bancos globais e de grandes empresas nacionais dos setores de administração de cartões de crédito, entre outras.