A qualidade de vida latina

0
2
Países como Peru, Brasil e Colômbia estão percebendo melhorias na qualidade de vida e principalmente uma renda maior dentro de casa, é o que apresenta o Consumer Watch, pesquisa da Kantar Worldpanel, que mostra o consumo na América Latina. O estudo comparou o perfil de consumo das famílias entre 2013 e 2014 e ressalta que 55% dos lares brasileiros acreditam que a renda aumentou, seguido da Colômbia e Peru, com 53%.
 
Esses países também sentem um melhor equilíbrio entre suas obrigações e prazeres. Só no Brasil, 61% dos pesquisados afirmaram que estão balanceando mais suas economias, tentando equilibrar suas obrigações e vontades, seguido do Peru, com 52%, e da Colômbia, com 50%. 
 
Com uma maior estabilidade financeira, os consumidores estão cada vez mais sofisticados. Resultado disso é que 56% dos peruanos estão comprando produtos de melhor qualidade no mercado, seguidos dos colombianos, com 58%, e dos brasileiros, com 57%.
 
Outro fator que vem impulsionando os gastos dos latinos é a alimentação fora do lar. Os colombianos, com 55%, e os equatorianos, com 45%, são os que mais possuem esses hábitos. Já os chilenos, com 42%, e os brasileiros, com 40%, são os que mais frequentam shopping centers.
Quando questionados sobre investimento e gastos com o lar, os países que mais se preocupam e almejam ter uma casa própria ou empreender são: Bolívia, Equador, Colômbia, México e Peru. Já a Venezuela, Brasil e Chile, colocam como prioridade o investimento para reformar a casa ou comprar a casa própria. A Argentina poupa seu dinheiro para reformar o lar e viajar. 
 
Ainda segundo o Consumer Watch, 43% dos latinos estão investindo em novos eletrodomésticos para dentro do lar, contra 47% dos brasileiros. Entre os eletrônicos que foram modernizados estão: refrigerador, máquina de lavar roupa e forno microondas.