A vela náutica apóia o marketing com clientes

0
23

Na trilha das vitórias olímpicas brasileiras na vela, a Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) e três empresas da área de tecnologia da informação (TI) – Enterasys Networks, Lan Professional e Redisul -, promovem e patrocinam neste sábado (28/08), a partir das 10 horas, a competição de vela oceânica. Regata 12 horas da Associação de Vela Oceânica de Brasília (AVOB) na Raia Sul no Lago Sul, em Brasília. Considerada por especialistas como a mais complexa e sofisticada categoria náutica, a vela oceânica será utilizada pelos respectivos departamentos de marketing dos patrocinadores como estratégia de relacionamento e de mídia de oportunidade para aproximação com clientes.

Para Cristovam Garcia, diretor da Enterasys, a regata possibilitará à empresa uma maior aproximação com seu público: empresários e executivos, em especial CEOs e CIOs, que ou praticam o esporte ou possuem algum tipo de afinidade com ele. “A náutica é um esporte caro. Mas, apesar de ele ser bem desenvolvido no Brasil em termos de competição, oferece poucos eventos ao público, em particular fora do eixo Braslia-São Paulo-Rio. Por causa disso, procuramos nesta competição de oceânica trazer nossos clientes e usuários de produtos de TI para mais perto”, explica Garcia.

Por sua vez, Marcela Nervi Donoso, gerente de marketing da empresa paulista Lan Professional, distribuidora de produtos de TI, o eixo da estratégia será, além da aproximação com os usuários, obter também uma ampliação no relacionamento com empresários de companhias, que fazem vendas diretas de produtos e projetos integradores de tecnologia ao mercado. Estas companhias são denominadas no jargão do mercado como canais e são responsáveis diretas por cerca de 85% das vendas de tecnologia no País ou seja constituem-se em elo importante da cadeia de vendas e de desenvolvimento de novos negócios.

Ambos os executivos concordam que o mercado do setor de TI vem se ampliando neste ano e aceleraram-se suas vendas desde o segundo trimestre. Hoje, os especialistas do segmento acreditam em um crescimento de vendas -até dezembro- superior em 18% em relação aos resultados de 2003. Mais que isso, as projeções para o ano que vem são ainda mais promissoras: expansão em até 25% sobre 2004. “Mais, o setor estatal, que praticamente andou de lado no ano passado, quando o Governo Federal comprou apenas 6,73% daquilo que estava escrito em seu orçamento de TI; neste ano, aprovou diversos projetos de inclusão digital com grandes compras de equipamentos e projetos de redes de transmissão de dados e de segurança”, afirma Garcia. Ele explica que nas áreas de saúde, educação e infra-estrutura, os investimentos do Governo crescem significativamente e que as visitas dos canais a empresas federais e órgãos públicos estão sendo muito promissoras para todos.

Com essa perspectiva de grande melhoria no setor estatal e como o centro de decisão federal está localizado em Brasília, a iniciativa de marketing de relacionamento associada à mídia de oportunidade, como a Regata de Vela Oceânica vem a calhar para um aprofundamento das estratégias de negócios das empresas. “A estratégia atende os dois lados: o do cliente, porque este poderá assistir e, no caso dele ser um velejador, participar, de uma prova de alto nível. E atende também o interesse esportivo porque constitui-se em uma oportunidade interessante para a Associação de Vela Oceânica de Brasília (AVOB) levar adiante seu plano de desenvolver o esporte no Distrito Federal”, informa Marcela Nervi.

A Regata será iniciada às dez horas da manhã em frente à sede náutica da AABB no Lago Sul e terá duração de doze horas, com encerramento previsto para as 22 horas. A competição é um evento oficial do calendário da vela AVOB, exige inscrição prévia dos participantes e contará com a presença dos principais esportistas da vela oceânica de Brasília A premiação dos vencedores será composta de troféus e medalhas aos vencedores e de contagem de pontos para o Campeonato do Distrito Federal da AVOB/ 2004.

O percurso será marcado pelo contorno das bóias postadas no Lago pela AVOB e a expectativa, segundo os organizadores, é de que as condições de vento que, normalmente são muito boas no Lago, sejam ainda melhores por causa da atual estação do ano, o que propiciará uma disputa das mais acirradas. E que o espírito de nossos campões olímpicos passe por todos!