ACOM Sistemas desenvolve gerenciador empresarial

0
1

Com o advento do novo Código Civil, a responsabilidade técnica dos contadores aumentou muito. Agora, eles são co-responsáveis pela gestão dos seus clientes, e quando houver alguma inconsistência, ambos respondem a processo. Para facilitar a vida dos contadores e deixá-los pensar especificamente nos negócios de seus clientes, a ACOM Sistemas desenvolveu um sistema de banco de dados (na verdade trata-se de um datacenter), voltado para os escritórios de contabilidade, que permite realizar o controle financeiro e comercial de pequenas e médias empresas.

Por meio do Gestor Contábil, os registros contábeis são feitos diretamente pelos próprios clientes dos escritórios de contabilidade, e ambos têm acesso ao sistema. O controle dos registros é feito pelo escritório contábil via internet, que consegue detectar se algum dado foi colocado de forma equivocada.

“A segurança das informações é totalmente garantida às empresas usuárias do sistema e franqueadas pelo escritório de contabilidade. O datacenter possui suporte técnico 24 horas, fazendo com que os dados fiquem armazenados e o sistema estabilizado. A personalização do programa para cada cliente é feita por intermédio do escritório de contabilidade, que incluirá os módulos necessários de acordo com as especificidades do segmento em que atua a empresa”, afirma o diretor executivo Carlos Roberto Drechmer, da ACOM Sistemas, especialista no fornecimento de sistemas gerenciais.
No Gestor Contábil estão inseridos os módulos Financeiro (contas a pagar, contas a receber, controle bancário e caixa) e Comercial (Estoques, Vendas e Faturamento). Por meio do sistema, o contador consegue controlar, em tempo real, o que o cliente está fazendo, pois todos os documentos ficam armazenados no datacenter referente àquela empresa. O contador apenas faz a conferência.
“A principal vantagem do Gestor Contábil é a fidelização dos clientes, pois os escritórios contábeis ganham mais agilidade no atendimento das demandas de seus clientes, além de tornar possível a ampliação da carteira de clientes, até mesmo em outras localidades”, assegura Drechmer, que completa: “o escritório contábil reduz consideravelmente seu quadro de digitadores, elevando sua rentabilidade e evitando o re-trabalho, pois seus clientes é que serão responsáveis por essa demanda de serviço”.
Integração
Um exemplo de empresa que utiliza o Gestor Contábil é a Alpes Contabilidade Ltda., de São José dos Pinhais, no Paraná. Após seis meses da implantação do módulo, a facilidade da integração dos sistemas e do suporte (pois as informações transitam via Internet e on-line) foram os principais benefícios apontados pelo diretor Cassiano Ricardo Canalli da Silva, da Alpes. Ele acredita que ainda é cedo para avaliar, mas quando o sistema completar um ano de funcionamento – em janeiro de 2005 -, as informações começarão a chegar prontas para o contador. “Com um software de gestão convencional, o acesso às informações corria ‘por fora’. Agora, com este sistema do Gestor Contábil, os dados sobre a empresa estão nas mãos do contador, que passa a ser também um gestor do negócio”, garante Cassiano.
O Gestor Contábil é dirigido aos escritórios de contabilidade, e para adquiri-lo eles pagam uma taxa de adesão, que permite a inclusão de 20 usuários simultâneos (clientes e funcionários do escritório de contabilidade), além de honorários referentes a contrato de manutenção mensal do serviço.