Agilidade em transações financeiras

0
19
A Stefanini, em parceria com a PTI (Portugal Telecom Inovação), lança a plataforma Digital Money. Alinhada aos objetivos do Banco Central de reduzir o meio circulante, a ferramenta permite que sejam realizadas transações sem a utilização de dinheiro em sua forma física. A plataforma tem tecnologia própria que permite criar e gerar códigos. No caso da instituição financeira não possuir geração de códigos aleatórios, a desenvolvedora possibilita a importação de números randômicos. “É uma parceria que reforça a homogeneização entre a tecnologia fornecida pela PTI e a capacidade de integração da Stefanini em escala mundial”, afirma Wander Nogueira, gerente de negócios da área de business consulting da Stefanini.
 
“O VTS (Voucher Trade System) é parte fundamental deste processo, visto que um grande volume destas transações tem origem na utilização de vouchers. Com o advento do M2M (Machine to Machine), é possível customizar o produto para a área financeira, permitindo que a tecnologia seja aplicada para transferência de montantes e saque de valores”, afirma Marco Aurélio Munhoz, diretor de vendas e marketing da PTI. Por meio de qualquer dispositivo móvel é possível fazer a transferência de dinheiro entre um usuário e outro. O sistema foi elaborado para que qualquer celular tenha condições de efetuar as transações, basta poder enviar e receber SMS. O valor monetário é digitalmente creditado ou debitado da conta do cliente. Além disso, a plataforma pode ser usada em transações de e-commerce sem a necessidade de cartão de crédito.
Diferente das formas de pagamentos digitais atuais, que exigem o cartão de crédito do usuário, essa solução possibilita que o cliente gere vouchers digitais por meio do celular (via SMS ou App) para realizar pagamentos. O voucher representa um direito ao seu proprietário, como por exemplo, um valor em dinheiro, um determinado número de pontos em uma promoção ou simplesmente uma entrada para o cinema.