Amesp adota SQL Navigator da Quest

0
1


“Um de nossos diferenciais é que optamos trabalhar com rede própria de clínicas, hospitais, ambulatórios e laboratórios. É um modelo baseado em avançadas soluções de gestão que garantem o controle sobre os processos voltados ao atendimento do paciente e uma grande agilidade para ir ao encontro das demandas do nosso público”, explica André Monteiro de Mello, diretor de tecnologia, informática e telecomunicações da Amesp. Essa filosofia reflete-se, é claro, na área de TI da empresa. Para bem atender os 460 mil clientes, a operadora de planos de saúde utiliza um conjunto de aplicações de negócios que mapeiam, passo a passo, todos os processos da empresa, da entrada do paciente na recepção ou via callcenter até o faturamento.

Todas as etapas do workflow de atendimento ao cliente estão retratadas no Sistema Amesp de Atendimento ao Cliente, aplicação desenvolvida pela equipe de André em Delphi e baseada em Oracle. “Desde o início do processo, passando pela consulta médica, pedido e realização de exames e procedimentos até cuidados pós-operatórios, tudo fica registrado nesse sistema”, detalha Samuel Natali Jr., responsável pelas áreas de tecnologia, informática e telecomunicações da operadora. Porém, na prática, outras aplicações estão suportando os processos da Amesp. “Em todos os casos, utilizamos o SQL Navigator, da Quest Software, como a ferramenta encarregada de definir queries (consultas) na nossa base de dados”, completa Samuel.

A meta da Amesp é agilizar o processo de extração de informações do Oracle, algo essencial para colocar o universo de dados da empresa a serviço dos novos desafios de negócios. Para facilitar ainda mais o compartilhamento das informações pesquisadas no Oracle a partir da query criada pelo Navigator, a solução Quest analisa os dados extraídos e os formata em arquivos conhecidos pelos usuários – caso das extensões Excel ou TXT.

Análise dos processos – Para o diretor André Monteiro de Mello, uma solução como o SQL Navigator ajuda a área de TI a manter as principais aplicações da empresa totalmente afinadas com a realidade dos processos da instituição. Trata-se de uma missão importante. Para garantir a qualidade dos processos de trabalho da corporação, a diretoria da Amesp criou um grupo multidisciplinar de funcionários. “O Grupo Siga dedica-se a discutir e propor melhorias constantes nos processos da Amesp. O resultado do trabalho desse grupo são novas especificações em termos de processos, sistemas e até mesmo da estrutura física da empresa”, observa o executivo.

Em alguns casos, portanto, as novas especificações geradas pelo Grupo Siga devem ser traduzidas em adendos aos sistemas da operadora. Dentro dessa realidade, uma ferramenta como o SQL Navigator é algo valioso para a empresa. “A solução da Quest dá muita produtividade ao trabalho dos desenvolvedores e DBAs, facilitando não só a tarefa de construção de queries mas, também, de otimização e manutenção de nossos sistemas”, diz Samuel Natali Jr..

Em todos os casos, o objetivo principal da equipe de TI da AMESP é usar o SQL Navigator como uma ferramenta que estrutura todo o trabalho de extração de informações processadas pelo banco de dados Oracle. Essa meta traz para a Amesp uma nova riqueza de conhecimento, colocando em circulação tesouros de informações que, sem a realização de queries investigativas, permaneceriam inexplorados. Samuel comenta que, na cultura da empresa, muitas das queries com perguntas específicas e inovadoras à base de dados Oracle têm acontecido em função da evolução constante dos serviços prestados pela companhia. “Um de nossos maiores objetivos, por exemplo, é conseguir ajudar nosso cliente a evitar a doença e os problemas físicos, conquistando mais qualidade de vida em seu dia-a-dia”.

Medicina preventiva – Esse plano inclui ações de relacionamento com o cliente em regiões específicas da Grande São Paulo, atacadas por problemas específicos de saúde. “Pode acontecer, por exemplo, que nossa equipe receba solicitações de levantar estatísticas sobre o número de pacientes com gripe no ABC paulista ou o índice de gravidez de risco em uma determinada região de São Paulo”, detalha Samuel. A partir dos resultados levantados na pesquisa e estudados pelos usuários que fizeram essa solicitação, a Amesp pode programar, por exemplo, um ciclo de palestras voltado para as necessidades específicas da população de cada área da Grande São Paulo.

Uma query como essa está a serviço de um plano maior da empresa: a partir do mapeamento das tendências de cada região e do cruzamento dessas tendências com dados médicos, planejar ações que protejam a saúde do paciente. “Sem o SQL Navigator, uma consulta AdHoc como essa – ou seja, realizada fora do planejamento da equipe de TI – levaria no mínimo 40 minutos para ser desenhada; com a solução da Quest, esse tempo baixa para poucos minutos”, exemplifica Samuel. Hoje, na Amesp, cerca de 20 profissionais da equipe de TI utilizam o SQL Navigator.