Aproveitar o momento certo

0
7
Ter uma identificação com o cliente é um passo importante para as empresas, que procuram ser lembradas de forma positiva e qualquer oportunidade pode ser bem-vinda para procurar por ações que fortaleçam esse laço. E não há momento mais propício do que a Copa do Mundo, que começou há uma semana, principalmente quando ela é realizada em seu próprio país, em que as pessoas se encontram com maior expectativa por poderem ver os jogos em casa. “Eventos marcantes são datas inesquecíveis. Fazer essa associação é extremamente importante para que seu cliente não se esqueça da sua marca. Sabemos que todos os momentos são importantes para incrementar relacionamento com o cliente, porém, normalmente, em datas comemorativas, o cliente está mais aberto e é mais fácil criar uma conexão emocional com ele”, afirma Alexandre Slivnik, especialista na área de recursos humanos e treinamento e sócio-diretor do Idepro, Instituto de Desenvolvimento Profissional.
Porém, antes de planejar estratégias de relacionamento, que envolvam a Copa e o seu serviço, é preciso escolher a melhor hora para colocar alguma ação em prática, caso contrário, o seu trabalho pode não ter resultado e o esforço ser em vão. “Nunca entre em contato com o cliente em dias de jogos do Brasil, a não ser que seja para dizer ´Bom jogo´. Tente ´navegar´ conforme os resultados! Exemplo: No dia seguinte de uma eventual vitória do Brasil, faça uma abordagem comemorando essa vitória. Caso o Brasil tenha perdido o jogo, evite abordagens efusivas e seja o mais objetivo possível (sem esquecer a empatia)”, explica ele.
A empatia ressaltada por Slivnik deve ser um ponto crucial a ser considerado pela empresa. Segundo ele, não criá-la é o principal erro para aquele que está trabalhando no bom relacionamento. Além dessa conexão, saber sobre o melhor momento de falar com cliente e se este se encontra disposto para um contato, o especialista ainda pontuou que certas questões não devem ser mencionadas quando a comunicação for feita. “Por ser uma Copa em que existem questões políticas envolvidas, evite abordar esses assuntos, você pode perder um cliente se der a entender que você ´toma partido´ de A ou B”. 
Junto com a empatia, procurar fazer com que o cliente se lembre de uma empresa também deve ser um passo que não pode ser esquecido. Aproveitar que o Mundial é um evento memorável e fazer de seu relacionamento algo também inesquecível.  “Essa é uma oportunidade de ouro para que o cliente se lembre da sua marca. Tenho até hoje, um brinde de um fornecedor, que me entregou durante a Copa do Mundo de 2002. Não jogo fora, pois foi uma Copa extremamente marcante! Provavelmente levarei a marca desse meu fornecedor pelos próximos 50 anos! E isso, obviamente, reflete na sensação positiva para o cliente”, conta Slivnik. Ou seja, uma oportunidade vantajosa seja para a empresa ou para o cliente.