APS investe em tecnologia sem fio

0
3

A APS – Consultoria e Administração de Serviços de Saúde espera crescer 50% este ano, principalmente por adicionar uma moderna tecnologia ao serviço de home care. “Só na área de atendimento domiciliar a empresa conta com carteira de 65 pacientes/mês, que movimentam recursos da ordem de R$ 780 mil/mês”, garante Paulo Purchio, diretor de negócios. Para garantir o resultado estimado, a empresa US$ 200 mil em tecnologia na criação do sistema MAIS (Medical Audit Information System).
O sistema, aliado ao banco de dados, agiliza os processos de auditoria e captação do home care, tornando-os mais transparentes, com menos erros e também mais econômicos. Cada auditor e captador da empresa dispõem de um palm fone. “Através desta tecnologia vamos abolir os relatórios manuais e impressos dos pacientes. As operadoras de saúde receberão em tempo real pela internet, às informações colhidas pelos médicos nos hospitais e nas casas dos pacientes”, diz Paulo.
Embora a maior parte do faturamento da APS venha dos serviços de atendimento de emergência (cerca de 30%), a palavra de ordem em todo o setor de saúde é redução de custos. “O serviço de saúde privada cresceu, frente a uma demanda muito grande, mas também teve seus custos aumentados, principalmente com a necessidade de absorver serviços de alta tecnologia, que nos últimos anos encareceram os procedimentos”, explica. Há cerca de 10 anos no mercado, o home care objetiva a assistência e atendimento de pacientes em sua própria residência.