Aumenta volume de títulos protestados

0
1


Estudo da Equifax, empresa fornecedora de soluções para gestão de negócios, revela aumento de 5,7% no volume de títulos protestados no mês de agosto na comparação com o mês de julho. Foram 831.345 protestos contra 786.506 registrados em julho e 728.241 registrados em agosto de 2005. Comparado a agosto do ano passado o crescimento foi de 14,16%.

Para o coordenador do Centro de Conhecimento Equifax, Alcides Leite, ao contrário do que acontece com os cheques devolvidos, os títulos protestados têm um comportamento de crescimento contínuo no segundo semestre deste ano. “Enquanto a inadimplência de cheques sem fundos oscila, os títulos protestados mantêm um aumento, que pode ser justificado pela estagnação de vendas das empresas”, comenta.

O mesmo estudo da Equifax aponta queda no volume de devolução de cheques sem fundos no mês de agosto. A empresa avaliou retração de 2,37%, com volume de 3.112.577 cheques devolvidos, na comparação com o mês de julho, que registrou mais de 3.188. Na comparação com agosto de 2005, o estudo revelou queda de 8,60%.

Alcides diz que a inadimplência de cheques devolvidos em agosto é resultado, em parte, do pequeno aumento da renda familiar registrada ao longo do ano. “Além disso, é possível creditar a queda no volume de cheques sem fundos também a um baixo crescimento no volume de compras apresentado pelo comércio no período”, completa o especialista. O executivo também ressalta que, de janeiro de 2004 até o final do primeiro semestre de 2006, foi verificado um leve crescimento no volume de cheques sem fundos. “Esse modesto crescimento, que significa reversão na tendência de aumento da inadimplência, pode ser explicado pela recuperação da renda, o aumento do número de empregos em relação a igual período dos anos anteriores e a redução dos juros”, comenta.