Autofax traz balanço das vendas com cheques

0
3


As vendas feitas com cheques durante o segundo mês do ano continuaram a ser lideradas pelo setor de vestuário, tecidos e calçados, o mesmo que liderou as vendas em dezembro de 2005 e no mês de janeiro deste ano. De acordo com pesquisa da Autofax, empresa especializada em soluções e tecnologias anti-inadimplência, o setor foi mais uma vez o mais forte, com 29,27% das vendas, tendo um leve aumento em comparação a janeiro, onde as vendas do setor totalizaram 29,20%.

Desse total, as mulheres seguiram o mesmo padrão de maiores compradoras registrados em janeiro, com 60,04%; já os homens tiveram uma participação de 31,61%. Neste ramo, a faixa etária que mais gastou com estes itens foram as pessoas de 31 a 40 anos, 26,84%, seguida pelos compradores de 41 a 50 anos, com 23,65%.

Seguindo o mesmo padrão do ramo de vestuário e afins, as lojas de materiais de construção representaram, pelo segundo mês consecutivo, o segundo setor com maior número de vendas, registrando um total de 23,89%. O terceiro ramo com um índice elevado de compras foi o setor de autopeças e acessórios, com 20,90%.

Já os dois setores com o menor número de vendas seguiram a mesma tendência dos setores mais fortes nos últimos dois meses. Em primeiro lugar ficaram os eletrodomésticos, com 0,26%, e, em segundo, as lojas de departamento, com vendas de 1,24%. Os homens continuaram sendo os maiores compradores de eletrodomésticos, representando 63,33% do total, com as mulheres somando 23,33%. Neste caso, apesar de o número parecer estranho, o que acontece é que as mulheres compram com cheques em nomes dos maridos. Nas lojas de departamento, este número se inverte, sendo as mulheres as maiores compradoras, com 50,55% do total, e os homens, 40,74%.