Banco Mercedes-Benz reformula site

0
1


O Banco Mercedes-Benz acaba de reformular a página na web. O novo site da instituição financeira oferece mais agilidade e praticidade para clientes e também para concessionários e colaboradores, por meio da extranet e intranet, respectivamente. A página conta, ainda, com um visual moderno. O lay-out do site segue os padrões da comunicação corporativa mundial do Grupo DaimlerChrysler.

“O objetivo do aperfeiçoamento do site, incluindo intranet e extranet, é ampliar a comunicação dos clientes, concessionários e colaboradores com o Banco, fortalecendo estes relacionamentos e oferecendo novidades, informações e benefícios a todos”, explica José Licciardi, gerente de Marketing do Banco Mercedes-Benz.

No endereço eletrônico estão disponíveis informações sobre a instituição financeira nestes 10 anos de atuação no País, os produtos oferecidos pelo Banco Mercedes-Benz para o financiamento de veículos da marca, os projetos sociais do Banco, além de uma sessão exclusiva para os clientes. Nesta área, o consumidor tem acesso ao carnê virtual, que permite a impressão dos boletos bancários das parcelas ainda não-vencidas; e também pode realizar o pagamento on-line.

Mas, a grande novidade fica por conta do simulador financeiro. Por meio desta ferramenta, é possível simular transações dos produtos do Banco. “O simulador financeiro funciona como uma calculadora e traz mais rapidez e segurança nas consultas on-line, além de oferecer melhor navegabilidade para os usuários”, explica José.

Esta ferramenta oferece ainda mais facilidade para os concessionários, que poderão visualizar todas as variáveis cadastradas e consideradas para o cálculo de uma operação financeira como entrada, premiação, taxa de juros, entre outros. A simulação é executada em tempo real e com as taxas vigentes para o período. “Este novo simulador permite que a Rede de Concessionários, pela extranet, tenha automomia de recalcular parcelas para negociar a venda com cliente e oferecer, dentro das políticas internas do Banco Mercedes-Benz, a redução de taxas de financiamento, por exemplo”, enfatiza Licciardi.