Benner arma estratégia agressiva para 2006

0
1


A Benner, fornecedora brasileira de software de gestão empresarial, fecha o ano de 2005 com um faturamento de R$ 35 milhões, registrando um crescimento da ordem de 30% em comparação com o período anterior. Os bons resultados obtidos são os passos iniciais de uma nova fase da companhia que, em 2006, coloca em curso uma estratégia agressiva para ampliar a participação no mercado brasileiro de soluções ERP (Enterprise Resource Planning).

Com mais de 3 mil sistemas implantados em todo o território nacional, a empresa nascida em Blumenau quer se consolidar no setor de saúde, onde seus sistemas são responsáveis pela administração de 6 milhões de vidas, e aumentar as vendas de software ERP em outros setores, como indústrias e empresas de serviços. Para atingir esses objetivos, a Benner realizará em 2006 investimentos de R$ 2 milhões em iniciativas para o fortalecimento da linha de produtos, reestruturação da área comercial e de marketing, treinamento e capacitação do corpo de colaboradores, além da recente inauguração em Maringá (PR) de um moderno centro de desenvolvimento de software com investimento aproximado de R$ 1 milhão.

Outra medida adotada foi a contratação de Marcos Saqueto, um profissional com experiência no mercado de software ERP, para a posição de diretor comercial e de marketing. A oferta dos produtos também será reforçada e a Benner, que aposta em soluções verticais, já estuda a aquisição de uma companhia especializada em software de chão-de-fábrica, além de uma parceria estratégica para fornecimento de solução de Business Intelligence e CRM em regime O&M (Original Equipment Manufacturer).

“Nosso objetivo é consolidar a liderança na área de saúde e conquistar novos mercados para realizar um crescimento da ordem de 35% em 2006. Temos um plano ousado de ampliação dos negócios para executar e este foi o desafio que propusemos ao Marcos Saqueto, um profissional com grande experiência e destaque no mercado de software ERP”, explica Severino Benner, presidente da empresa.

De acordo com Marcos Saqueto, a estratégia comercial vai priorizar os mercados das regiões Sudeste e Sul, com base em unidades próprias localizadas em São Paulo e Paraná, além da abertura de um novo escritório na cidade de Belo Horizonte. “Reformulamos a estrutura de vendas, contratando novos profissionais com experiência e relacionamento, criando uma área de inteligência de negócios e incrementando o nosso setor de gestão de demanda qualificada. Devemos, ainda em 2006, oficializar 10 novos canais de vendas para ampliar a atuação comercial em São Paulo, na região do ABC, litoral, Vale do Paraíba, Campinas e outras cidades na região sudeste, sul e centro-oeste”, comenta Saqueto.