Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

BI para as demandas corporativas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



Autora: Alessandra Almeida

 

Nos últimos anos as soluções de Business Intelligence estiveram e continuam ocupando o topo da lista de investimentos em tecnologia dos principais CIO´s das grandes e médias empresas.

 

Essa crescente, já prognosticada, há vários anos, tem como explicação o atual contexto de mudanças em que as empresas estão inseridas e que tornam a informação um ativo cada vez mais valioso e importante para a tomada assertiva de uma decisão de negócio.

 

Toda vez que uma empresa anuncia internamente a aquisição de uma tecnologia de BI, imediatamente as demandas represadas surgem e existe uma fila imensa de projetos de informação para serem executados, e o principal equívoco das empresas tem sido a ansiedade em atender essas demandas sem considerar uma visão global e corporativa, tratando cada projeto isoladamente.

 

Essa estratégia poderá, a médio prazo, tornar um ambiente inicialmente pensado para sustentar o processo de tomada de decisão de forma estruturada em um caos de difícil administração e frustrante para o usuário final.

 

Por que isso ocorre?

 

Normalmente, a organização inicial de um ambiente de BI se limita ao desenvolvimento e implementação dos projetos. Não existe um planejamento para cuidar de uma estruturação corporativa das demandas e também falta um plano para estruturar a pós-implementação do projeto.

 

Sem essas duas pontas adequadamente pensadas, todo esforço da construção e implementação do projeto fica seriamente comprometido.

 

Com o intuito de entender e mapear as disciplinas que envolvem um ambiente de Gestão da Informação, alguns institutos criaram uma visão conceitual chamada BICC (BI Competency Center), que tem como objetivo mapear os pilares de sustentação de uma estrutura informacional, bem como detalhar metodologicamente caminhos para a implementação desse centro de competência.
O que é um Centro de Competência BI?

 

Um Centro de Competências BI ou Centro de Excelência é uma estrutura organizacional que agrupa pessoas com diferentes perfis, conhecimentos técnicos e de negócio, com o intuito de promover a entrega da informação aliada à democratização do conhecimento através da corporação.

 

O BICC possui algumas características principais que podemos destacar:

 

– Busca o alinhamento entre a estratégia e gestão das informações corporativas;

 

– Normalmente, permeia toda a corporação (cross-functional);

 

– Promove o compartilhamento do conhecimento entre as áreas de negócio;

 

– Objetiva maximizar o investimento da companhia em pessoas, tecnologia e infra-estrutura.

 

Como organizar um Centro de Competência BI?

 

Cada empresa precisa respeitar seu momento cultural e sua maturidade informacional para calcular e planejar o roadmap para construção de um ambiente de Gestão da Informação. A análise e a definição dos passos a serem dados devem ser feitas com uma metodologia apropriada, desenvolvida para radiografar a empresa e identificar os principais motivadores para a criação deste novo ambiente, bem como, identificar os patrocinadores e os opositores dessa atividade.

 

Todo esse cuidado inicial visa definir uma estratégia que será única para cada empresa, e estará consensada com os objetivos da companhia, validando os seguintes apectos:

 

– Patrocinador do Projeto -> Com força para conseguir comprometimento de todos e autonomia para tomada de decisões sobre o assunto;

 

– Área Piloto -> Com motivação e integração da equipe para garantia do sucesso da primeira fase de implementação;

 

– Programa de Comunicação -> Marketing interno para divulgação do projeto, mostrando sua relevância para a corporação;

 

– Prazo e Etapas da Implementação -> Com clareza de papéis e responsabilidades de cada parte envolvida e dos objetivos a serem alcançados para a primeira fase. Visão futura para as fases seguintes.

 

A CTI possui profissionais especializados em implementações de Centros de Excelência para Gestão da Informação, visando apoiar as empresas na melhor utilização de seus investimentos e maximizar o uso racional e democrático de um dos principais ativos da empresa: a informação.

 

Alessandra Almeida é a executiva responsável de unidade de negócios de BI da CTI Consultoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima