BicBanco converte sistema para Unix Aix, da Proceda

0
1

O BicBanco, instituição financeira que atua no middle market e operações no varejo com oferta de crédito direto ao consumidor, conclui a migração de toda a estrutura de mainframe para o sistema Unix AIX, com investimentos de R$ 2 milhões. O banco teve a parceria da Proceda, empresa especializada em serviços de tecnologia da informação, para a reestruturação de rede e gerenciamento do sistema. O mainframe foi migrado para Unix AIX, pelo fato desta ser uma tecnologia mais atualizada e compatível com aplicações web. “Neste processo específico, nossos serviços deixam de ser terceirizados, já que a migração exige excelente inteligência bancária”, esclarece Carlos Schiliró Jr., diretor de informática do BicBanco.

No total, 62 sistemas e aplicativos e 3.800 programas foram convertidos para a nova plataforma Unix AIX. De acordo com Schiliró, a nova tecnologia possibilitou redução de 30% no tempo de processamento diário e ganho de 50% em performance do sistema on line. O executivo ressalta mais uma vez o papel da terceirização. “Com os serviços nas mãos da Proceda tivemos a oportunidade de planejar e desenvolver novo modelo de sistema”, completa.

Na nova estrutura, a Proceda passa a gerenciar diversos serviços para o BicBanco. A prestadora de serviços vai ser a responsável pela migração dos arquivos históricos do banco do modelo mainframe para o Unix. O banco manterá a terceirização dos serviços de consultoria; impressão; fitoteca (armazenamento de fitas); reformulação e gerenciamento de rede e help desk ; e home banking. Além das atividades que fazem parte deste novo contrato com a Proceda, ainda está em estudo a contratação do serviço BCS (Business Continuity Servive), que garante a recuperação automática de ambientes perdidos ou danificados.