Cabesp adota tecnologia de conectividade

0
14


A operadora paulista Cabesp (Caixa Beneficente dos Funcionários do Banco do Estado de São Paulo), mais novo cliente da MedLink a utilizar a conectividade em tempo real para processos médicos, começa a entregar as novas carteiras de identificação aos usuários. A nova carteira é parte integrante de um sistema de informação, que tem como principal característica a conectividade MedLink implementada por meio da leitura da tarja magnética. Isto permite a elegibilidade do beneficiário e a troca eletrônica de informações entre o prestador e a operadora, sem a necessidade de digitação.

Segundo Caio Graco, diretor de operações da Cabesp, a mudança será paulatina, mas o usuário já poderá perceber essa nova fase na prestação dos serviços de 33 credenciados em mais de cem pontos de atendimento, os quais já possuem o terminal POS MedLink que permite a leitura magnética das carteiras Cabesp. “A conectividade é um novo conceito em serviços para o setor de saúde e permite, além da troca de informações em tempo real, outras funções que devem ser implantadas pela Cabesp no futuro, como o preparo, envio e processamento automático de contas médicas por parte do credenciado de forma simples, via Internet”, analisa Caio.